segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

FAÇA A SUA PARTE


Texto Motivador: Atos 8. 26 – 40

Vamos falar de um homem, ao qual foi escolhido para fazer parte de um grupo exclusivo, os chamados diáconos. Pois esses homens que iam fazer parte desse grupo tinham que ser: De boa reputação, cheios do Espírito e de sabedoria. Pois havia um grupo de pessoas que estavam reclamando dos hebreus, pois esses mesmo grupos estavam esquecendo-se das viúvas dos helenistas. Mas na verdade a angustia do povo era o seguinte: O povo pediu aos apóstolos que nomeassem como diáconos homens de confianças e íntegros, para melhor administrar e fiscalizar os bens (esmolas e alimentos) que não estavam chegando devidamente aos pobres e viúvas da época. Além disso, os que não eram da Judéia necessitavam de amparo religioso, pois eram cristãos prosélitos, ou seja, homens e mulheres que aceitaram o cristianismo deixando a sua crença e praticas antiga[1].  Então observamos aqui dois grupos de cristãos bem diferentes. Primeiro os helenistas que eram cristãos judeus que falavam o grego e os hebreus cristãos que falavam aramaico.
Mas como em Atos 6. 3 nos mostra, Filipe era um desses homens de boa reputação, cheios do Espírito e de sabedoria. E creio verdadeiramente que Deus estava com ele nas suas atitudes e comportamentos. Ele ficou responsável para fazer a distribuição dos alimentos para o povo e pelo que consta fazia isso muito bem e com carinho.
Na primeira grande perseguição aos cristãos, ao qual Saulo fazia parte dos perseguidores antes da sua grande transformação através de Jesus Cristo. Alguns cristãos tiveram que fugir e com Filipe não foi diferente. Teve que sair da cidade ao qual ele estava fazendo a sua função de servir... Mas não ficou parado, não se escondeu e muito menos se calou diante do povo. Ao contrario, ele foi para Samaria e começou anunciar a Cristo. E ali houve uma grande transformação da parte de Deus, através do Nome de Jesus Cristo e dos Dons do Espírito Santo de Deus que estava sobre a vida de Filipe.
Filipe pregava e as multidões o ouviam, pois dele saia grandes sinais e maravilhas como, por exemplo: Expulsar demônios, pessoas curadas como paralíticos e coxos, e principalmente amados irmãos e irmãs, as pessoas que tinham condições de escutá-lo sentiam alegria com a sua presença. Entre essas pessoas que aceitaram e mudaram de vida, estava Simão, um homem que praticava sortilégios, ou seja, malefício ou artimanhas de feiticeiro. Porém Simão depois de um tempo, errou diante de Deus e diante da sociedade. Se comparando como Deus e também Jesus Cristo, dizendo para o imperador Nero que iria subir até aos céus diante do povo. Mas as poderosas orações de Pedro e Paulo acabaram com as suas farsas, ou seja, com os seus teatros de quinta categoria... 
Mas voltando ao foco do nosso personagem principal que é Filipe, percebo que através das atitudes dele as pessoas percebiam o amor de Deus por elas a cada momento. Filipe não ficou na sua zona de conforto e saiu para fazer a obra que cabia a ele. Mas ainda existia uma obra grande para Filipe... Mesmo reconhecendo o seu desempenho e dedicação na obra de Cristo. Havia alguém que precisava de sua ajuda. Quando então um anjo do Senhor disse a ele: "Dispõe-te e vai para o lado do sul, no caminho que desce de Jerusalém a Gaza; este se acha deserto”. Ele na mesma hora se levantou e foi. Pois esse mesmo anjo estava à missão de Jesus Cristo[2].
Diferente de muitos, ele não questionou a sua missão. Sabia que estava pronto e sempre estava disposto para fazer a obra em Nome de Cristo. Surge então no meio do caminho a sua missão. Quando o Espírito diz para ele se aproximar e acompanhar um carro.
Filipe obedeceu e ouviu um homem, eunuco, alto oficial de Candace que segundo pesquisadores Candace era um título atribuído a uma espécie de dinastia de rainhas guerreiras que detinham o poder do reino de Meroe, no sul do Egito, pouco tempo antes da era cristã, formando uma sociedade matrilinear, ou seja, do sistema de filiação e de organização social no qual somente a ascendência maternal é considerada naquele lugar[3].
Cabia a este alto oficial, conhecido como eunuco nesta passagem, pois a Bíblia não relata o seu nome, a cuidar do tesouro da rainha da época. Mas ele era um homem religioso e tinha acabado de voltar de Jerusalém para adorar no Templo, mesmo pelo lado de fora. Pois havia duas questões neste caso. Primeiro que ele era estrangeiro e segundo que era eunuco.
A religião da época era muito exclusiva para o povo de Israel e por isso causava um incomodo no eunuco. Pois queria conhecer e saber mais sobre a Boa Nova que estava acontecendo naquele lugar.    Talvez por isso que os versículos 30 e 31 é tão importante neste texto de Atos 8. Filipe perguntou: "Compreendes o que vem lendo? '' e o eunuco responde: "Como poderei entender, se alguém não me explicar?
Mas depois de ser convidado para subir no carro do oficial. Recebe um convite para explicar sobre o texto (Isaias 53) que estava lendo. Filipe, mais uma vez não fugiu da sua missão e explicou sobre o texto e principalmente sobre Jesus Cristo. Razão a qual ele estava ali. Pois foi preenchido com esse amor, dedicação, carinho, respeito, ensinamentos que Cristo nos deixou através da sua vida.
Mas as últimas palavras de Cristo aos seus seguidores foi uma ordem para que o evangelho fosse pregado em todos os lugares não é... Então Deus nesta noite nos convida para algo novo... Para sair da nossa zona de conforto e fazer a nossa missão que é levar uma mensagem de Boa Nova para aqueles e aquelas que nunca ouviram falar do Seu Nome, ou que talvez até saibam quem é Cristo, mas estão com dificuldades de caminhar, de se humilhar e de reconhecer Seu sacrifício por todos nós.
A um campo grande ai fora e assim como foi com Filipe, vamos deixar arder nos nossos corações à vontade de salvar vidas. Tirar as pessoas das trevas e trazer para a luz cabe a cada um de nós. Temos que sentir nos nossos corações e olhar para trás e observar quem éramos e hoje quem somos. Que a mesma GRAÇA que nos alcançou pode alcançar eles também. 
Filipe aos olhos humanos naquela época poderia ter um ministério pequeno. Mas nunca deixou esfriar o seu amor para com o próximo. E tornou – se um evangelista, um dos primeiros missionários a viajar para difundir o evangelho. Ou seja, foi um dos primeiros a obedecer à ordem de Jesus de levar o evangelho a todas as pessoas[4].
Então que a vida e ministério de Filipe venham nos inspirar nesta noite. Até mesmo quando o SENHOR nos enviar para um deserto... Pois talvez ali, naquele deserto que aos nossos olhos podem aparecer estranhos, pode existe alguém que esteja precisando ver a GRAÇA e a Obra de Deus, através das nossas vidas em Nome de Jesus Cristo e do Espírito Santo de Deus.   
Amados e amadas de Deus, nesta noite fica uma lição para todos/as aqui começando por mim... Filipe é um grande inspirador para o evangelismo fora das nossas igrejas. Suas obras e dedicação que são dignas de serem copiadas por nós.
E por isso deixo três lições tiradas desse texto que são:
1.      Seguir as orientações do Espírito de Deus: Quando Deus manda um dos seus anjos ou conversar com cada um de nós, que possamos ficar sensível ao seu chamado. Deus não quer que façamos loucuras. Mas simplesmente obedecer a sua voz. Talvez possa aparecer loucura ir para um lugar deserto como foi com Filipe, mas lembra-se que pode haver alguém ali precisando de ajuda e orientações como foi com eunuco.
2.      Estar sempre preparado: Filipe estava preparado para a sua missão e não fez feio diante da sua responsabilidade. Ele era um estudioso das sagradas escrituras e soube explicar de uma forma bastante convincente ao ponto do eunuco querer ser batizado e aceitar a Boa Nova de Cristo.
3.      Explicou – lhe Jesus Cristo: Quando compartilhamos as Boas Novas, devemos começar pelas preocupações das pessoas. E Filipe respeitou isso e mostrou a sua preocupação para com o próximo respeitando e ensinando[5].
Então que a partir desse momento essa mensagem toca nos nossos corações e mentes. E que possamos sair daqui mais uma vez, que Deus através do Seu Filho Jesus Cristo e dos Dons do Espírito Santo quer nos usar. Seja um instrumento de Deus, faça a sua parte e deixa Ele te usar. Deus precisa de pessoas que realmente explicam e ensinam sobre a Boa Nova que recebemos. Por isso eu creio que eu e você, fomos alcançados pela Sua GRAÇA e pelo Seu AMOR, por que um dia alguém nos ensinou e nos levou para uma mudança de vida.
Faça milagre no deserto, pois Deus encontra grande e variedades atividades para aqueles e aquelas que estiverem sinceramente dispostos/as a obedecer ao seu chamado. Então que o versículo 35 do capitulo 8 venha nos inspirar nesta noite onde diz o seguinte: “Então, Filipe, abrindo a boca e começando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus”... Deus seja louvado para todo o sempre em Nome de Jesus. Amém, amém e amém.


[1] Minidicionário Bíblico – David Conrado Sabbag.
[2] A BÍBLIA de Jerusalém. São Paulo: Paulinas, 1985. P. 1916.
[3] http://pt.wikipedia.org – Acesso em 11 de Dezembro de 2011.
[4] BÍBLIA de estudo: aplicação pessoal. São Paulo: CPAD, 2009. P. 1495.
[5] BÍBLIA de estudo: aplicação pessoal. São Paulo: CPAD, 2009. P. 1495.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

AGRADECER A DEUS POR TUDO


Texto motivador: Deuteronômio 8. 1 – 18


Ação de Graça é geralmente um ato de gratidão a Deus. Por tudo que Ele fez, por tudo que Ele faz e vai fazer nas nossas vidas. Percebemos que deste os tempos mais antigos, homens e mulheres já se preocupavam em abrir seus corações e mentes, para agradecer a Deus.
Porém o SENHOR, às vezes era e é obrigado a entrar com as suas Justiças para nos lembrar certas coisas, usando de estratégia para com o povo. Às vezes ao ponto de até endurecer os corações humanos para mostrar quem Ele era e É. O texto que acabamos de ler nos convida e nos chama para prestar atenção nos mandamentos e nas promessas de Deus sobre as nossas vidas.
Primeiro os mandamentos de Deus, que através da vida dos Patriarcas, de Moises e de outros homens que ali Deus levantou para mostrar os seus ensinos. E depois as promessas, onde Ele diz que podemos ficar numa terra boa e agradável.
Mas amados/as... Não podemos esquecer que tanto os mandamentos como as promessas andam juntos. Para nos ensinar e entender seus planos sobre as nossas vidas.
Portando todo esforço, carinho, compreensão e santidade que temos diante do SENHOR é bom e aceitável diante de Teus Olhos.
Mas creio verdadeiramente que a primeira coisa que Deus quer perceber em nós é a gratidão. A gratidão é uma emoção, que envolve um sentimento de dívida emotiva em direção de outra pessoa; freqüentemente acompanhado por um desejo de agradecê-lo, ou recíproca para um favor que fizeram por nós. Num contexto religioso, gratidão também pode referir-se a um sentimento de dívida. Pois a expressão de gratidão a Deus é um tema central do cristianismo[1]. E isso tem que ficar claro nas nossas vidas e ministérios.
O texto de Deuteronômio 8. 1 – 6 Deus lembra o povo para recordar... E aqui faço um convite muito especial para todos e todas aqui. Será que nós nos lembramos dos caminhos que Ele nos guiou?
Mas costumamos lembrar e murmurar das dificuldades que passávamos, nas humilhações e até mesmo da fome que tivemos em comer alguma coisa ou simplesmente ganhar alguma coisa.
O povo murmurava diante de Deus... E Deus sempre ajudando e querendo simplesmente o carinho e o respeito de todos e todas ali. Mas mesmo com carinho e respeito, Deus não privou o povo de passar durante quarenta anos no deserto. O deserto durante um tempo foi o lugar onde o povo teve que aprender sobre o seu cuidado. E ter respeito por Ele... Por que Ele é um Deus de amor, mas é também um Deus de justiça.
E Deus sendo Pai, mostrou como um Pai os seus cuidados para com esse povo. E assim Ele também nos mostra o seu cuidado. Que naquele momento de dificuldade e desespero, Ele estava conosco todos os dias. Com o Seu olhar e as suas mãos poderosas sobre nós.
Já os versículo 10 mostra uma realidade que creio que Deus quer que vivemos e diz assim: “Comerás, e ter fartarás, e louvarás o SENHOR, teu Deus, pela boa terra que lhe deu”.
Será que eu e você temos:
ü  Fome?
ü  Sede?
ü  Estamos sem roupas?
ü  Sem calçados?
Pela Graça de Deus NÃO. E por isso estamos aqui para agradecer o seu Grande amor e cuidado por nós. Por que entendemos da sua mensagem onde nos lembra que devemos agradecer por tudo. Assim como nos lembra um casamento:
ü  Na alegria e na tristeza
ü  Na riqueza e na pobreza
ü  Na saúde e na doença
Devemos agradecer Ele por tudo... Por Ele é Deus. Uma aliança de cuidados que tomamos posse através da Vida de Jesus Cristo. Pois sempre nos ensinou que o Amor de Deus é bem maior do que imaginamos ou pensamos, e um Amor que nos constrange.
Mas os versículos de 11 – 17 são o que temos que prestar bastante atenção para não pecar diante de Deus. Não deixar que o sucesso, as riquezas, os bens materiais, até mesmo romances, venha nos tirar da presença do SENHOR. Acho e percebo que às vezes é bom olhar para trás e ver o que éramos e hoje no que nos tornamos. Eu agradeço a Deus de onde Ele me tirou e onde Ele me colocou agora e vocês? Pois sem Ele não somos nada... Pois mesmo com toda a força do nosso corpo e inteligência não somos capazes de caminhar sem a ajuda de Deus.
Vamos lembrar sempre do SENHOR... Ele que nos ajuda e nos protege, cuida e nos sustenta nos dá capacidade e inteligência para sair de uma situação de desgraça e tristeza para uma situação de luz e alegria.
Agradecer a Deus por tudo é objetivo de hoje! Pois foi tocado no coração do nosso Pastor e amigo Alexandre da Silva esse momento tão gostoso. De aprender e reconhecer que sem Deus nada somos. E por sermos pessoas gratas a Ele estamos aqui hoje para Adorá-lo e louvar seu Santo Nome...
Amados e amadas do SENHOR, Deus tem uma promessa para cada um/a aqui hoje. Ele nunca se esqueceu de nós e também pede para que não esquecesse d`Ele. Pois tudo é um bom motivo para agradecer a Ele...
ü  Tá chateado? Dá GLORIA a Deus.
ü  Tá triste? Dá GLORIA a Deus.
ü  Tem sucesso? Dá GLORIA a Deus.
ü  Tem motivos para agradecer? Dá um GLORIA a Deus bem gostoso ao Nosso SENHOR.
Ele com certeza vai se agradar da nossa atitude para com Ele.
Voltando para o versículo de número 10 diretamente fala sobre o alimento... Quando damos graças a Deus antes e após as refeições. No entanto, seu propósito era alertar os israelitas e serve para nós hoje a não se esquecer de Deus quando as nossas vontades e desejos fossem satisfeitos. Que as nossas orações à mesa e principalmente nos nossos cultos sirvam de constante lembrete da bondade de Deus para conosco e também para aqueles e aquelas menos afortunados! Ou seja, aquele ou aquela que tem menos que a gente[2].
Que Deus seja louvado por tudo... Que Ele venha ser o nosso Grande MESTRE e AJUDADOR naquele momento de tristeza e também alegria. Que os Seus ensinos e mandamentos venham fazer parte verdadeiramente das nossas vidas.
E que nunca, nunca mesmo amados/as vamos esquecer-nos do nosso passado... Lembrar e agradecer a Deus sempre pelas conquistas e vitoria. Pois tivemos um coração puro e honesto para aprender e dar-lhe GLORIA pelo seu amor e cuidado por nós.
Oração: Amado Deus, damos GLORIA ao Seu Nome, pelo cuidado e também ensinamentos para cada um/a aqui hoje. Que possamos sair daqui com a certeza do Seu amor e cuidado para todos/as todos os dias em Nome de Jesus Cristo. Amém, a


[1] http://pt.wikipedia.org – Acesso em 22 de novembro de 2011.
[2] Bíblia de Estudo: Aplicação Pessoal. P. 244.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

“PALAVRA E ORGULHO”


IGREJA METODISTA EM CAIEIRAS, 30 DE OUTUBRO 2011

Texto Motivador: Mateus 23. 1 – 12

Jesus como sempre, conhecia os corações daqueles que Lhe questionavam e faziam perguntas inúteis ao seu respeito e também sobre o Reino de Deus. Nesta passagem não foi diferente. Pois Jesus relembrou seus discípulos e seguidores sobre os lideres da época. “Os escribas eram pessoas que se denominavam doutores e mestres e também os fariseus que foram pessoas que faziam as leis sendo que muitas delas eram de benefícios próprios. Sendo que eles mesmos se consideravam santos, pois se achavam a verdadeira comunidade de Israel[1].  
As tradições dos fariseus, bem como à interpretação e aplicação das suas leis, tornaram-se para eles tão importantes quanto a Lei de Deus. As leis farisaicas não eram totalmente más, algumas eram até benéficas, mas problemas surgiram quando lideres religioso, sustentavam a idéia da que as leis elaboradas por homens eram iguais às criadas por Deus. Eles recomendavam a todos que obedecessem as suas leis , porém eles mesmos não as respeitavam, obedeciam às leis não para honrar a Deus, mas para terem uma aparência de homens justos. Jesus geralmente não condenou o que os fariseus ensinavam, mas sim a hipocrisia deles [2] e também seus orgulhos.
            Então, observando os comportamentos desses lideres, falou para aqueles e aquelas que lhe ouviam o seguinte “Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras; porque dizem e não fazem” (Mateus 23. 3). Percebo aqui que Jesus, respeitava esses lideres como religiosos, pois eram pessoas que diretamente cuidavam da parte religiosa do povo, mas Ele (Jesus) não acreditava nas suas atitudes. Pois falava sobre as leis, ensinava e escrevia, mas no fundo não se comportava como tal. Fazendo então Jesus, mostrar mais uma vez sua sabedoria e entendimento do Reino de Deus para o povo.
            Primeiro avisando e alertando sobre os comportamentos desses lideres que era de jogar responsabilidades sobre o povo. Trazendo uma simbologia de fardo pesado.
Às vezes amados e amadas, como liderança de uma comunidade de fé ou não, temos certas atitudes com os nossos membros e liderados, de colocar responsabilidades e mais responsabilidades em cima deles ou delas.
            Às vezes pedimos uma santidade que nem mesmo conseguimos cumprir. E isso Jesus observou naqueles lideres e questionou sobre isso. Mostrando que, nem para ajudar uma pessoa carregar seu fardo eles serviam.
Assim às vezes somos nós. Sujeitamos que as pessoas vivem e pratiquem boas ações e tenham comportamento exemplar uns para com os outros. Mas as nossas atitudes nem sempre é o que falamos para eles ou elas.
            Segundo, eles gostavam de ser vistos e adorados. Quando queriam mais destaque colocavam o filactérios que eram pequenos estojos que encerravam frases importantes da lei e que os judeus traziam presos nos braços ou testa, procurando cumprir materialmente o prescrito em Êxodo 13. 9 – 16.  [3] E também as franjas: borlas presas às extremidades do manto conforme em Números 15. 38 [4].
            Hoje trazendo para a nossa realidade, é como se fosse a nossa Bíblia de estudo pessoal. Geralmente, elas costumam ser grandes e pesadas. Sendo que algumas deles explicam versículos por versículos, nos ajudando a entender certas passagens da Bíblia que poderiam passar despercebido aos nossos olhos e também pela falta de entendimento das culturas praticadas na época.
            Mas voltando ao texto, Jesus olhava esses comportamentos e percebia a falta de amor e respeito para com o próximo. Pois eles queriam ser visto como santos. Mas no fundo queriam ser observados e admirados pelos outros.
            Grandes textos religiosos e grandes pingentes nas suas roupas, tudo isso para ser admirados como lideres e também religiosos exemplar. Portanto, Jesus chama atenção para essas atitudes e podemos interpretar assim: Jesus expôs novamente a atitude hipócrita dos lideres religiosos, que conheciam as Escrituras, mas não viviam de acordo com elas. Não se preocupavam em ser santos, apenas em aparecer santos, a fim de serem admirados e louvados pelo povo[5]. Mas será que conhecemos líderes assim? Talvez eu e você entrássemos nesta lista.
Ai cabe a cada um de nós refletirmos e de fazer uma auto-análise. Ou seja, fazer um conjunto de esforços sistemáticos de nós mesmo visando à compreensão da nossa própria personalidade, sem recorrer à ajuda de outro [6].
            Existe algo em nós que precisa ser mudado? Ser moldado? Ser transformado? Ser tirado? Ser ensinado? Ficam essas perguntas para nossa reflexão pessoal.
            Atualmente, assim como fariseus, muitas pessoas afirmam conhecer a Bíblia, mas não permitem que a Palavra de Deus modifique a sua vida. Afirmam seguir a Jesus, mas não vivem de acordo com os seus padrões de amor. Devemos assegurar – nos de que nossos atos estão de acordo com a nossa crença[7] e também com a vontade de Deus. Sabemos que não é fácil compreender certas leituras e principalmente sermões doutrinários, como no caso desse texto que nos chama atenção tanto para as lideranças das igrejas como a nossa própria dentro e fora do contexto religioso.
            Mas precisamos disso. Pois podemos fazer uma análise da nossa vida, podendo assim até mesmo ter um renovo espiritual e doutrinário da nossa fé e crença.
            Terceiro esses lideres queriam destaques. Precisavam ser vistos e talvez ouvidos para mostrar as suas posições e principalmente de ser reconhecidos como mestres. Que nesta época, era um belo reconhecimento pela comunidade. Por que trazia respeito e status sociais e econômicos. Porém as pessoas desejam alcançar posições de liderança não apenas nos negócios seculares, mas também nas igrejas. É muito perigoso quando o amor a uma posição se torna maior do que a lealdade a Deus. Foi isso que aconteceu com os fariseus e doutores da lei. Jesus não é contra todas as lideranças, e contra aqueles ou aquela que apenas se serve a si mesmo, e não aos outros. Precisamos de líderes que sejam verdadeiros cristãos [8]. Para ai sim! Ver a unção e o amor de Deus agindo na sua vida e também na sua comunidade.
            Portanto amados/as, não vamos deixar o Amor de Deus acabar em nós. Vamos ficar espertos e alertas para que Ele, através dessa mensagem quer nos dizer. Pois a humildade e a lealdade a Ele estão acima de tudo. Pois Ele é o nosso MAIOR LÍDER e o NOSSO MAIOR MESTRE.
            Jesus sempre se preocupou com as nossas atitudes referentes às outras pessoas. Mas sempre que podia, lembrava sobre as atitudes desses lideres e religiosos e neste texto não foi diferente.
Nossas atitudes, tem que causar transformações naqueles e naquelas que precisam e querem ouvir de Deus, ouvir sobre Jesus Cristo e descobrir os Dons que o Espírito Santo pode nos conceder. Por isso, tomamos cuidado com as nossas grandezas que neste caso são as nobrezas de sentimentos [9] dentro e fora das nossas igrejas.
Sejamos humildes que neste caso é de pouca importância ou brilho; sem realce; apagado, despretensioso, simples, sóbrio[10]. Vamos servir em fez de querer ser servido, assim como foi com Jesus Cristo, nosso maior exemplo de HUMILDADE EM LIDERANÇA.
Deixamos o nosso orgulho de lado, pois uns dos maiores pecados é ele (orgulho), por várias razões como nos mostra o Salmo 59. 12 que diz assim: “Pelo pecado de sua boca, pelas palavras dos seus lábios, na sua própria soberba sejam enredados e pela abominação e mentiras que proferem”. E também o texto de Proberbios 8. 13 que diz assim: “O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio”. Pois o orgulho foi o pecado principal de satanás. O orgulho diz: Eu posso fazer isso melhor do que Deus (Isaias 14. 12 – 14). Segundo, o orgulho leva, inevitavelmente, ao pecado de rebelião. Por levar adiante e de um jeito orgulhoso nossos planos para as nossas vidas e para a vida daqueles e daquelas ao nosso redor. Nós entramos inevitavelmente em conflito com o plano de Deus[11].
Por essas razões e circunstâncias que devemos ficar espertos dentro e fora das nossas igrejas. Não deixar que a nossa vaidade e orgulho, venham nos fazer perder o foco que é enxergar a Deus através da vida de Jesus Cristo, e enxergar a Cristo através das nossas atitudes e comportamento também. Pois quando alguém fica vaidosa ou orgulhosa, ela pensa que é auto-suficiente é a “sabe tudo”. Enquanto isso, as coisas legais do Reino de Deus são dadas aqueles e aquelas que pedem[12]. Pois se eu e você não pedimos para Deus entendimento e sabedoria, não vamos receber. Pois Jesus desafiou as normas da sociedade. Para Ele, a grandeza e o orgulho vêm do serviço, da doação de si mesmo para servir a Deus e a seus semelhantes. Servir nos mantém consciente das necessidades dos outros e nos impede de enfocar apenas as nossas. Jesus veio como servo. Por isso eu e você, que TIPO de grandeza e orgulho buscamos neste momento? Fica essa pergunta para nossa reflexão pessoal e doutrinaria. 

QUE SEJA JESUS O NOSSO MAIOR EXEMPLO DE GRANDEZA E ORGULHO.


[1] http://pt.wikipedia.org - acesso em 28 de Outubro de 2012.
[2] MATEUS, in: A BÍBLIA DE ESTUDO: aplicação pessoal. São Paulo: Casa publicadora das Assembléias de Deus, 1995.
[3] MATEUS, in: A BÍBLIA: de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2002.
[4] MATEUS, in: A BÍBLIA: de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2002.
[5] MATEUS, in: A BÍBLIA DE ESTUDO: aplicação pessoal. São Paulo: Casa publicadora das Assembléias de Deus, 1995.
[6] Http://bemfalar.com/significado/auto-analise.html  -  Acesso em 30 de Outubro de 2012.
[7] MATEUS, in: A BÍBLIA DE ESTUDO: aplicação pessoal. São Paulo: Casa publicadora das Assembléias de Deus, 1995.
[8] MATEUS, in: A BÍBLIA DE ESTUDO: aplicação pessoal. São Paulo: Casa publicadora das Assembléias de Deus, 1995.
[9] Http://bemfalar.com/significado/auto-analise.html  -  Acesso em 30 de Outubro de 2012.
[10] Http://bemfalar.com/significado/auto-analise.html  -  Acesso em 30 de Outubro de 2012.
[11] MATEUS, in: A BÍBLIA DE ESTUDO PLENITUDE: Para jovens. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2008.
[12] MATEUS, in: A BÍBLIA DE ESTUDO PLENITUDE: Para jovens. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2008.

domingo, 16 de outubro de 2011

Buscar conhecer a Deus para melhor servi-lo

Domingo, 16 de Outubro de 2011 – IG. METODISTA EM CAIEIRAS – SP

SEMINÁRIO DE ORAÇÃO E INTERCESSÃO NA IG. METODISTA EM JD. ELISA MARIA - SP

Texto Motivador: Jonas 2. 7

         Como que é interessante observar o livro do Profeta Jonas... Pois a Bíblia, não relata muito sobre a sua mensagem para o povo de Nínive. Ou seja, sobre as profecias que tinham que ser tidas para essa cidade. Somente um versículo traz um pequeno resumo da sua mensagem que está no capitulo 3. 4 do seu livro que diz assim: “Começou Jonas a percorrer a cidade caminhando de um dia, e pregava, e dizia: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertia”. Mas esse livro, na verdade conta a historia do Profeta Jonas e a sua experiência com Deus. Conta como foi o tratamento de Deus sobre a sua vida e ministério por causa do seu achismo. Ou seja, achar que conhecia os pensamentos de Deus.
Mas creio que pela graça de Deus e pelo seu amor, que ele (Jonas) era um grande homem, um grande missionário, um homem ao qual Deus tinha muitos planos e precisava muito dele. Mesmo com dificuldades e problemas que causou a sua desobediência, querendo fugir dos olhos de Deus quando Ele o chamou. Outro ponto que vale a pena observar é que Jonas, não foi diferente dos outros profetas. Inicialmente também teve a negação para o seu chamado. Pois existiam coisas ocultas dentro do seu coração e também dentro da sua mente. Primeiro: Como eu disse, ele acreditava que conhecia Deus ao todo e queria adivinhar os seus pensamentos de amor e misericórdia para com o povo ao qual ele foi escolhido para levar uma mensagem de exortação. Segundo: Colocou obstáculos por causa de indiferenças (Neste caso desamor) com o povo de Nínive. Pois foi um povo que de certa forma prejudicou os Israelitas no passado. Terceiro: Tentou fugir de Deus indo para Társis.
Sendo que segundo pesquisadores e estudiosos da Bíblia, Társis representava aos olhos dos Hebreus o fim do mundo. Jonas quer subtrair - se à sua missão fugindo para o lugar mais longe possível.[1]
Mas isso meus amado/as... É impossível, pois Deus tudo vê e tudo sabe. Por que Ele sabe das nossas limitações e principalmente da nossa capacidade como seres humanos, pessoas tementes a Ele e a Seu chamado.
 Esse livro quer nos mostrar o seguinte... Extensão da GRAÇA de Deus para todos e todas. Buscando um conhecimento junto a sua palavra... Para ai sim! Melhor servi-lo no nosso ministério, na nossa casa, no nosso bairro, cidades e países. Ou seja, onde Deus nos enviar e precisar também. Pois ele tem uma obra em nossas mãos e não adianta tentar fugir d`Ele.
Porém, se você acha... Que Deus, ainda não te chamou. Presta atenção nos seus sinais, presta atenção no que Ele faz por ti, presta atenção por que você e eu estamos aqui hoje...
Sobre o tema “Buscar conhecer a Deus para melhor servi-lo” o Profeta Jonas, nos mostra muito. Pois ele conhecia a Deus... Mas no fundo, deixou os seus pensamentos o enganar. Queria adivinhar os pensamentos de Deus e isso lhe trouxe um grande problema.
Deus precisou tratar dele primeiro para depois o conduzir para a sua missão. O Profeta Jonas, como sabemos, teve que passar por uma grande tempestade, teve que ser julgado, questionado e não bastando tudo isso, passou três dias e três noites no ventre de um grande peixe, e ali com certeza teve tempo para conhecer o verdadeiro Deus. Primeiro um Deus que nos conhece, depois um Deus que é capaz de mover céus e terra para nos achar, depois um Deus que ensina e de capacita para servi-lo. Esse Deus que é tremendo e poderoso para nos ajudar. Pois o livro do Profeta Jonas, nos mostra muito isso. O cuidado que Deus teve com ele, mesmo depois de um gesto de rebeldia em que ele queria fugir da sua presença. Quando conhecemos a GRANDEZA DE DEUS... E fácil observar que, mesmo longe, mesmo caído e desanimado às vezes ou quase sempre, Ele nunca desistiu de nos... E nem vai desistir, eu creio nisso. Amém.
Mas sabe por que Ele nunca vai desistir de nos?... Por que Ele nos ama meu irmão, Ele nos ama minha irmã... E como é bom saber que somos amados/as e que também somos cuidados/as por Deus não é? Eu acho que é bom demais e gosto de saber disso todos os dias e momentos.
Existe um GRANDE DESAFIO para todos e todas neste momento... E cabe cada um de nos perceber isso e ser trabalhado. Coisas ocultas que nos tira a visão do REINO DE DEUS... O ato do PERDÃO não trabalhado em cada um de nos. Como nos foi lembrado... A rebeldia de fugir de Jonas, primeiramente, veio por causa de seu desinteresse e indiferença com o povo de Nínive. Coisas passadas e não trabalhada no seu CORAÇÃO E TAMBÉM NA SUA MENTE.
Portanto quero neste momento, baseando no belíssimo SALMO 34. 18 que diz assim: “Perto está o SENHOR dos que tem o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido” pedi para que Deus, através do Seu Filho Jesus Cristo e também pelos Dons do Espírito Santo que fossem trabalhados em cada um/a de nós coisas ocultas que guardamos dentro do nosso coração... Para que possamos chegar mais perto de Deus e também de reconhecer verdadeiramente seu amor por cada um dos seus filhos/as.
Por que Deus cuidou de Jonas... Mostrou para O PROFETA do que Ele é capaz de mover e também de mostrar os Seus cuidados e Seus ensinamentos, mesmo de uma forma EXTRAODINÁRIA e ILUSORIA.
Grandes sinais foram dados para Jonas... Mas o sinal principal, nem sempre percebemos neste texto que é: As conversões que aconteceram neste livro...
1.      Dos marinheiros: Eles perceberam como o Nosso Deus é tremendo e poderoso. Deus que tudo fez... Deus que tudo faz, para colocar no caminho seus filhos e filhas que Ele tanto ama e quer bem.
2.      Do rei de Nínive e também de todos/as que ali moravam: As pessoas se arrependeram ao ouvir as Palavras de Deus, através da boca do Profeta Jonas. Talvez eles percebessem que não estavam de acordo com a vontade de Deus. Percebendo que Deus fez para levar esse homem até lá... Sabiam que não poderiam vacilar e deixar para depois.
3.      Da conversão do próprio Jonas: Deus mostrou quem Ele era de verdade...  E a parti daí explicou como é GRANDE O SEU AMOR POR TODOS/AS.
Não se assuste meus amados/as por reconhecer isso... Deus fez um tratamento especial com Jonas, trabalhou no seu coração aquela dor e sentimentos que tinha dentro de si.
Então... O que pode ter dentro dos nossos corações que precisamos trabalhar hoje?
*A falta de perdão *A falta de amor * A falta de mansidão *A falta de caráter  * A falsidade que carregamos
Somos homens e mulheres chamados por Deus... E ele quer nos ensinar e colocar em praticas o que Ele vem nos ensinando todos os dias e momentos.
Considerações finais: Que tudo que aprendemos e entendemos aqui hoje... Venha ser trabalho dentro de cada um e de cada uma aqui. Não se incomoda com o sucesso dos outros, não se incomoda com a prosperidade do outros, não se irrita com o AMOR DE DEUS PARA COM O PRÓXIMO.
Não sejamos fariseus... Ao ponto de achar que somos mais santos do que outro.
Existem pessoas ai fora, precisando ser salvos e salvas... E talvez sejamos essa pessoa que Deus vai precisar hoje e quer nos mostrar que através de uma “Busca sincera e honesta... Vamos servi-lo melhor” para buscar aqueles/as que estão longe da sua presença.
Tenhamos um coração quebrantado diante de Deus... Deus usa quem Ele quer e salva pelo seu GRANDE AMOR E MISSERICORDIA TAMBÉM. Pois se olharmos para traz, talvez não seja digno de estarmos aqui e ouvindo da sua palavra, através das vidas de profetas que Ele levanta para está aqui hoje. Mas você e eu fomos escolhidos para estar aqui hoje e refletir mais um pouco sobre tudo que temos feito e falando também...
Então, vamos ser trabalhados no sentido que ainda pode haver coisas que não foram trabalhados dentro do nosso coração. Vamos colocar isso aos Pés do SENHOR, e pedir que Ele aja e nos mostre o seu cuidado todos os dias e momentos. Que aja uma conversão sincera em nós. Deus quer trabalhar neste momento, aquilo que nós ainda não perdoamos aquilo que não esquecemos e aquilo que sentimos dor. Aquilo que nos faz sair da sua presença, pois achamos que é pesado demais para suportar, entender ou de até mesmo falar. Reconhecer irmãos e irmãs a presença de Deus... Buscar conhecer a Deus para melhor servi-lo foi à mensagem que Deus colocou no coração do nosso Pastor, para que fosse trabalhado nos nossos corações que somos as suas ovelhas.
Jesus é o BOM PASTOR e nos somos as suas ovelhas... Por isso, vamos ficar atentos aos sinais e o mover de Deus nas nossas vidas. E vamos orar para que seja trabalhados dentro de cada um e de cada uma a paz interior e o ato de reconhecer a sua grandeza e majestade também...
Oremos: SENHOR Meu Deus e Pai, que neste momento, seja trabalhado no coração e na mente dos seus filhos e filhas, o ato de reconhecer o seu perdão. Pois o seu Filho Jesus Cristo, nos mostrou tanto sobre isso, e muitas vezes não reconhecemos isso dentro de nós. Ajuda SENHOR a colocar para fora aquilo que nos tira da sua presença e também de termos paz... Que os sinais, que o Profeta Jonas percebeu e entendeu, causam em nós um impacto... E que possamos ser grandes servos e servas de acordo com a sua vontade todos os dias e momentos. E que o Espírito Santo, venha nos conduzir para uma vida boa e agradável diante de Deus.


[1] JONAS, in: A BÍBLIA: de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2002. 

domingo, 2 de outubro de 2011

ELE NOS ALCANÇOU...AMÉM.



IGREJA METODIATA EM CAIEIRAS, 02 DE OUTUBRO DE 2011

Texto bíblico motivador: Filipenses 3. 4b – 14

            O texto de Filipenses foi escrito mais ou menos a partir do ano de 61 d. C. Paulo estava numa prisão em Roma quando escreveu essa carta direcionada para a igreja de Filipos. Pois queria ele agradecer pelo afeto e também de aumentar a fé de cada um/a em Jesus Cristo. Nesta cidade Paulo obteve conversões consideráveis. Esta cidade foi visitada pelo Apostolo Paulo no ano de 51 d. C numa das suas quatro viagens missionárias.  Filipo segundo pesquisadores, foi à primeira cidade visitada por Paulo na Europa. Portanto, os magistrados que eram os homens das leis e das ordens da época, alegaram que o Apostolo Paulo estava causando uma sedição na cidade. Ou seja, crime contra a segurança do estado, revolta, motim ou perturbação da ordem publica, questionaram e prenderam o Apostolo Paulo.
            Numa dessas prisões, o Apostolo Paulo, junto com o seu companheiro Silas, oravam e cantavam louvores ao SENHOR... Quando ali, houve um grande terremoto e as portas das prisões se abriram. Mas todos os prisioneiros e inclusive Paulo e Silas continuaram ali... Pois ainda a obra de Deus, através do Nome de Jesus Cristo e os Dons do Espírito Santo não tinham acabado.
            Achando o carcereiro que todos os prisioneiros tinham fugido, achou melhor tirar a sua vida... Pois acho que este homem, pensou em todo o castigo que cairia sobre ele, talvez fosse grande e sofredor demais para suportar, pois sabia ele que era da sua responsabilidade de cuidar daqueles homens que ali estavam.
            Mas Paulo e Silas, vendo o desespero daquele carcereiro disse em alta voz: “Não te faças nenhum mal, que todos aqui estamos! Então, o carcereiro, tendo pedido uma luz, entrou precipitadamente e, trêmulo, prostrou-se diante de Paulo e Silas. Depois, trazendo-os para fora, disse: Senhores, que devo fazer para que seja salvo? Responderam-lhe: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa. E lhe pregaram a palavra de Deus e a todos os de sua casa. (Atos 16. 28 – 32)”.[i] Mas o verdadeiro propósito dessa leitura hoje é mostrar que através de Jesus Cristo... Tudo que éramos, tínhamos, temos ou vamos conquistar hoje. Nada vale e nada presta se não O tivermos no nosso coração e também nas nossas atitudes com Deus e também para com o próximo.Todos sabem aqui que Paulo, ele tinha uma credencial enorme, por causa da sua origem, nacionalidade, formação familiar, herança, conhecimento religioso e também pelas suas atividades e moralidade. Mas tudo isso, a partir do seu encontro com Cristo, nada valia... Sabia que não foi pelo que era e pelo que é que foi aceito por Ele. Mas por que se deixou se transformar e teve humildade em reconhecer isso. Não deixando a soberba dos seus status mudarem a sua atitude.
            Paulo mostrou para o mundo o que Deus através de Jesus Cristo e os Dons do Espírito Santo podem fazer comigo e com você. Paulo um homem que perseguia e matava cristãos e cristãs, agora evangeliza e transforma vidas. Sendo um referencial de Cristão para nós até hoje.
            Ele, como nos mostrou nesta carta, perdeu tudo... Mas sentia alegria e a certeza que estava no caminho certo. Pois ele ganhava a Cristo a cada momento e a cada dia mais se sentia satisfeito por isso. Por que cresceu nele a certeza que queria estar com Cristo na GLORIA.     Porém sabia ele que não tinha alcançado a perfeição... Mas estava sempre em busca de uma vida correta diante de Cristo e também diante da sociedade.
            Paulo tinha um alvo e esse alvo era “Uma vocação de Deus em Jesus Cristo – Filipenses 3. 14”.  Portanto amados e amadas irmãs e irmãos em Cristo Jesus... Vamos chamar a atenção de Deus para a nossa vida, e pedir que a todo o momento e circunstância, possamos nos transformar em homens e mulheres santos e perfeitos diante de seus olhos.
            Pois a fé que temos e que recebemos todos os dias através da palavra de Deus para nós, nos causa uma mudança plena, sincera e verdadeira diante de Seu Filho Jesus Cristo.
            Amados e amadas, Deus quer te salvar pelo que você é... Não pelo que você tem. Por que Ele conhece os nossos pensamentos, o nosso coração e as nossas atitudes. E mesmo assim Ele nos ama de uma tão forma que nos constrange grandemente.
            Talvez ainda, não entendemos por que estamos aqui... Mas existe uma resposta para essa pergunta! É por que Deus nos chamou, é por que Ele precisa de nós. Somos importantes para a continuação das obras de homens como Paulo. Mesmo sofrendo e perdendo tudo, não desistiu de servir ao SENHOR.
            Que o grande exemplo de Paulo nesta carta... Venha nos revelar o verdadeiro sentido da fé e do caminhar em Cristo. Que tudo que ele escreveu e conseguiu observar nesta caminhada junto com a igreja de Filipos, causa em nos uma mudança de vida e de comportamento.
            Três exemplos dessa passagem deixo para cada um/a de nos hoje que são:
1.      Que sejamos uma Igreja lembrada: Assim como Paulo reconhecia o grande esforço dessa Igreja em Filipos. Façamos também homens e mulheres acharem GRAÇA em nos. Que possamos ser uma Igreja reconhecida neste lugar. Que os nossos testemunhos e os nossos esforços venham causar um impacto neste bairro, por que pregamos a verdade e fazemos a obra que Cristo nos deixou que fosse fazer “Discípulos/as em Seu Nome”.
2.      Ser uma Igreja cautelosa: Sabemos que hoje, muitos vêm falando em nome de Deus... Mas qual deus? Essa é a questão. Então que sejamos cautelosos e espertos também, pois somos capazes de ter uma direção que é Cristo. Talvez caibam a nos somente ouvir e pegar a nossa Bíblia para conferir o que homens e mulheres estão dizendo por ai.
3.      Faça Deus achar GRAÇA em você: Talvez se olhássemos para o velho homem ou a velha mulher, talvez se olharmos para traz e observar tudo que estamos deixando de ganhar ou de guardar ou até mesmo se cansarmos no meio da caminhada... Saiba que Deus está no Seu Trono de GLORIA e PODER, e ali Ele observa os nossos passos e caminha conosco. Pois Ele não se esqueceu de nos.
Pois mesmo perdendo tudo e se achando perseguido... Veja lucro, veja a GRAÇA e veja a PAZ de Cristo em Ti. Pois Ele nos chama para uma grande obra e nos quer sentado do lado d`Ele.
ü  Você quer estar do lado de Deus?
ü  Você quer estar do lado do Seu Filho Jesus?
Conversa com Deus... E assim como Paulo, veja lucro no caminhar e no morrer com Cristo. Pois você e eu já alcançamos a GRAÇA E O AMOR DE DEUS, mas existem pessoas que ainda não conseguiram ver o seu AGIR E MOVER.
Que as observações deixadas por Paulo em que ele diz: “Sejas meus imitadores” causa um impacto em nós... O que Paulo foi?... E o que Paulo era naquele momento para o cristianismo? Isso são perguntas e reflexões para o nosso modelo de vida e também atitudes.
Que o SENHOR NOSSO DEUS através do Nome de CRISTO... Causa em nossa igreja uma conversão sincera e bonita. Que crescemos em espírito e em verdade todos os dias da nossa vida e que a palavra profética deixada pelo Apostolo Paulo em Filipenses 3.16 seja a nossa verdade na caminhada com Cristo que é “Todavia, andemos de acordo com o que já alcançamos”... Quero profetizar sobre a nossa vida que todo o entendimento que recebemos nesta caminhada, causa um impacto enorme dentro dos nossos corações e mentes. E que podemos observar mais uma vez que sem “Cristo não somos nada e se estamos com Ele, temos tudo.