domingo, 11 de junho de 2017

EU CLAMO A TI SENHOR...

Texto Motivador: Salmo 5

Dá ouvidos às minhas palavras, ó SENHOR; atende à minha meditação. Atende à voz do meu clamor, Rei meu e Deus meu, pois a ti orarei. Pela manhã, ouvirás a minha voz, ó SENHOR; pela manhã, me presentarei a ti, e vigiarei. Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniquidade, nem contigo habitará o mal. 5 Os loucos não pararão à tua vista; aborreces a todos os que praticam a maldade. Destruirás aqueles que proferem a mentira; o SENHOR aborrecerá o homem sanguinário e fraudulento. Mas eu entrarei em tua casa pela grandeza da tua benignidade; e em teu temor me inclinarei para o teu santo templo.  SENHOR, guia-me na tua justiça, por causa dos meus inimigos; aplana diante de mim o teu caminho. Porque não  retidão na boca deles; o seu íntimo são verdadeiras maldades; a sua garganta é um sepulcro aberto; lisonjeiam com a sua língua. 10 Declara-os culpados, ó Deus; caiam por seus próprios conselhos; lança-os fora por causa da multidão de suas transgressões, pois se revoltaram contra ti. 11 Mas alegrem-se todos os que confiam em ti; exultem eternamente, porquanto tu os defendes; e em ti se gloriem os que amam o teu nome. 12 Pois tu, SENHOR, abençoarás ao justo; circundá-lo-ás da tua benevolência como de um escudo.


INTRODUÇÃO: Davi na verdade! Era um homem com muitas limitações, conforme nos mostra a Palavra do SENHOR. Mas, uma das coisas que nos chama atenção neste homem é... Que ele não perdia sua intimidade com o SENHOR.

Mesmo com todas as dificuldades e problemas... Ele! Sabia de onde viria o socorro. Sendo assim, vamos ver, como a atitude de Davi, pode nos ajudar com os nossos problemas e dificuldades que passamos no dia a dia.

DESENVOLVIMENTO: A grande questão desse Salmo é! Entender Deus ouve as orações daqueles que o tratam como Pai, SENHOR, Rei e principalmente como Seu Deus. Pois, somente quando entendemos a Soberania de Deus em nossas vidas, que entendemos a questão de sermos submissos a Ele.

Uma pessoa que tem dificuldade com submissão, ela não tem o entendimento e a clareza do cuidado de Deus em suas vidas... Pois, Davi! Mesmo num momento ao qual estava sendo perseguido, humilhado e esquecido. Não deixou de orar a Deus e o buscar. Já que no Salmo 3. 4 diz: Com a minha voz clamo ao SENHOR, e Ele do Seu Santo Monte me responde. O que precisamos atender é que: O Nosso Deus não é surdo e muito menos cego. Porém, a nossa atitude diária em ganhar um tempo com Ele, vai determinar as respostas daquilo que estamos conversando com Ele.

Eu mesmo! Já tive várias experiências complicadas, quando negociei meu Tempo com Deus... Parece que as coisas não fluem, não desatam e parece que fica um vazio dentro de mim. Onde as preocupações faziam mais parte da minha vida do que a Doce Presença do SENHOR.   
            
Um verdadeiro Adorador de Deus... O Adore em Espirito e em Verdade em meio as lutas e dificuldades do seu dia a dia. Já que no versículo 3 nos mostra que: Pela manhã, ouvirás a minha voz, ó SENHOR; pela manhã, me presentarei a ti, e vigiarei. Entendo que, pela manhã... Vai determinar o que pode ser o restante do nosso dia. Uma vez que, o nosso Tempo Sozinho com Deus é tudo. Na verdade! Esse é um princípio natural daqueles que querem ter intimidade com Deus..

Entretanto!  Aqueles que são ímpios... Que entre os seus muitos significados estão aqueles que são: Desumanos, desnaturados, insensíveis. É aquela pessoa que não tem piedade, que age cruelmente. Um indivíduo impio é uma pessoa indiferente, intolerável, que pratica barbaridades, que tortura.... É também o indivíduo que possui valores contrários aos estabelecidos pelo senso comum e principalmente pelas coisas de Deus.

Esses! Nunca iram Ouvir a voz de Deus... Uma vez que, não tem intimidade com Deus. Pois, vamos observar os versículos 4 ao 6 que nos revelam algo poderoso nesta noite: Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniquidade, nem contigo habitará o mal. Os loucos não pararão à tua vista; aborreces a todos os que praticam a maldade. Destruirás aqueles que proferem a mentira; o SENHOR aborrecerá o homem sanguinário e fraudulento.

A palavra iniquidade significa uma ação ou coisa contrária à moral e à religião. Assim! Como a palavra maldade é a qualidade de alguém que faz ou é má. Já o mentiroso é aquele que vive e se baseia nas mentiras... E aí! Vem o Salmista e diz que: O SENHOR tem horror, desgosto e desagrado por homens sanguinários, ou seja, para pessoas violentas e ladronas.

Essas pessoas, por se comportarem assim, não conseguem ver a misericórdia de Deus... Uma vez que, a Palavra de Deus em Lamentações 3. 22 – 23 diz: As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos; porque as suas misericórdias não têm fim. Elas se renovam a cada manhã; grande é a tua fidelidade. 

O entendimento de Davi é que o ímpio só aproxima de Deus por interesse e o próprio Deus sabe disso e no Salmo 55. 23 comenta mais uma vez, sobre o homem sanguinário e fraudulento dizendo que eles não chegaram a metade dos seus dias.

Hoje! Muitos estão na Igreja pelo que Deus pode dar e não pelo que Deus é... A grande maioria das pessoas acham que Deus não faz acepção de pessoas e isso é verdade... Porém, a atitude de um filho legitimo é tudo. Basta olhar as atitudes de Caim e Abel sobre a oferta ao SENHOR... Olhar as atitudes de Sem, Jafé e Cam, quando o seu pai, num momento de alegria ficou embriagado e um dos seus filhos ficou mostrando a nudez do seu pai para os outros irmãos que não gostando da atitude dele, resolveram cobrir a nudez do seu pai... E entender também, a rebeldia dos filhos de Davi Amnon, Ansalão e Adonias... Filhos que foram criados no palácio mas, tinham atitudes cruéis e pensamentos de morte para com o Rei.

Porém, Davi nos dar uma grande lição... Ao reconhecer que o Nosso Deus é Rico da Sua Misericórdia e é capaz de liberar perdão, graça, clemência para cada um dos seus filhos.

Davi! Não era o cara mais perfeito da sociedade local ao qual ele vivia. Porém, no Salmo 51. 1 nos mostra o diferencial de Davi ao declarar diante de Deus o seguinte: Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

Davi era um homem que reconheceu seus erros... Ele era fiel em princípio de honra. Ao não matar Saul e esperou o tempo certo para assumir o Trono. Sendo considerado até hoje como o maior rei de Israel. Entretanto, era uma cara mulherengo, violento, vingador, não foi um bom pai e muito menos bom marido. Mas, no meio disso tudo! A sua atitude em reconhecer suas limitações bradava o coração de Deus ao reconhecer em Davi que ele era um homem Segundo o coração de Deus.

Precisamos Compreender que Davi foi um homem segundo o coração de DEUS, mas isso não significa que fosse isento de falhas... Ser usado por Deus, nem sempre quer dizer que é aprovado em atitudes e comportamento diante d`Ele.

E aí! No próprio Salmo 51. 10 diz que Davi declara dizendo: Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto, inabalável. Pois, Davi sabia que para um homem ruim, haveria o fogo da Lei (Cf Dt 32. 2).

Então! Vamos aprender três coisas importante nesta noite que é:

1º Pedir a Deus que Ele nos guie na sua Justiça (v. 8)... A justiça de Deus é diferente da justiça dos homens... Ela pode até demorar, mas, não falha. E mesmo se estamos sendo humilhados, castigados ou estão tentando nos tirar a Shalom do SENHOR! Lembra-se, Deus está no Seu Trono e vai julgar as causas dos Seus justos aqui na Terra... Viva e creia nisso.

2º Precisamos nos afastar de pessoas que tem atitudes de morte (v. 9)... Isto é! Mesmo vivendo no meio de pessoas que não confessam ou acreditam no Nosso Deus. Não podemos viver segundo seus costumes e mania. Pois, em Provérbios14. 12 – 13 diz:  Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte. Até no riso o coração sente dor e o fim da alegria é tristeza. Então! Vamos tomar cuidado com homens e mulheres que tem retidão na sua boca. Em algumas versões por exemplo, falam de pessoas que tem em suas gargantas um sepulcro aberto.

3º Não se revolta contra Deus (v. 10): Uma vez que, muitos caíram pelos seus próprios conselhos e não os conselhos de Deus. Se acharam autossuficiente e caíram nos seus próprios planos. E esquecem da promessa em Jeremias 29. 11 que diz: Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais.    
           

CONCLUSÃO: Todos que confiam no SENHOR tem alegria... Já que no próprio texto nos mostra que Deus abençoa o justo e faz questão de nos cercar e nos proteger das injustiças e do homem mal. Pois, o homem que confia em Deus e o Ama de verdade, vai receber alegria, proteção e benção da parte d`Ele. Quantos querem receber essas bênçãos e promessas nesta noite? Venha no Altar e agradeça ao SENHOR.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

NÃO É O HOMEM QUE TE DEFINE... MAS, SIM DEUS.



Texto Motivador: Números 12:3
         Ora, Moisés era homem muito manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra.

Certa vez li uma devocional que dizia: Quando a nossa vida chegar ao fim, como queremos ser lembrados? Que legado estamos deixando para deixar uma boa impressão para as pessoas em nossa volta? E se pudéssemos escolher uma frase para a nossa lápide, ou uma coluna ou obelisco! O que gostaríamos que estivesse escrito nela? As respostas para essas perguntas dão uma definição sucinta, ou seja, abreviada, precisa, resumida em quem nós somos...

Porém, pessoas tem o prazer em nos definir, nos julgar e achar algo sobre nós... Mas, nem sempre, as pessoas tem uma definição sobre nós corretamente.

Moisés é descrito de muitas maneiras na Bíblia. Ele é chamado de "homem de Deus, o maior profeta a chegar em Israel, um servo do Senhor, vicioso, cruel e manso". Mas, uma das descrições mais interessantes de Moisés é a de ser "amigo de Deus".

A Bíblia diz em Êxodo 33. 11 o seguinte: "Falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo". Moisés manteve um relacionamento íntimo com Deus - tanto que ele seria conhecido como amigo de Deus e para sermos conhecidos como amigos de Deus, temos que ter intimidade com Ele. Já que é impossível você ser amigo de alguém se você não tem intimidade... Ouvimos todos os dias pessoas falando que são amigas de Deus!

Mas, foi exatamente neste momento que essa devocional me chamou atenção quando desafiou os leitores para dizerem o seguinte agora: "eu desejo e quero ser amigo de Deus".

Quando temos um amigo de verdade, é natural obedecer a voz de comando ou direcionamento que sai da sua boca... Porém, desejar ser amigo de Deus é mais amplo, pois, não envolve só ouvir a Sua voz... Envolve obediência, caráter, compromisso, responsabilidade e atitudes. Além claro, de ouvir a Sua voz e direcionamento.

No relacionamento de Moisés com Deus, não era somente Moisés que falava. Ao contrário, ele ouvia a voz de Deus. Coisas que muitos estão deixando de fazer por esses dias. E aí vai de sacerdotes a ovelhas. Ou seja, sem exceção. 

O homem ou mulher de Deus é aquele que é amigo Dele; um homem ou uma mulher que tem aprendido a ouvir e comunicar-se num nível íntimo com Deus.

Os grandes ladrões de tal intimidade são uma agenda cheia e muitas responsabilidades. Geralmente, elas impedem um nível profundo de comunicação. Ou seja, Facebook, Whatsapp, Instragran e por aí vai... Esses meios de comunicação são bênçãos, porém, tem atrapalhado demais nossa intimidade com Deus.

Contudo, Moisés recusou-se deixar isso acontecer. Ele era um homem extremamente ocupado com as coisas de Deus. Ele foi responsável por quase 3 milhões de pessoas. Ele tinha o fardo de alimentar, vestir, dar moradia e transportá-los e ainda por cima ser marido e pai. Responsabilidades essas ao qual creio que ele não foi muito feliz.

Como Moisés poderia cuidar dessas responsabilidades e, simultaneamente, ter tempo suficiente para ser "um amigo de Deus"?

Simples. Conforme a Palavra de Deus mostra em Êxodo 33. 7 que diz: Ora, Moisés costumava montar uma tenda do lado de fora do acampamento e a chamava de Tenda do Encontro. Todas as pessoas que tinham uma questão para formular a Yahweh dirigiam-se à Tenda do Encontro, que ficava armada fora do acampamento.

Ele tinha uma tenda e ele a montava fora do acampamento (local onde a multidão morava). Ele ia lá e se encontrava com Deus. Era um lugar retirado o suficiente para permitir que ele tivesse uma conversa íntima com Aquele que ele amava e queria estar junto.

O amigo de Deus vai encontrar um lugar e um horário onde ele vai ficar sozinho e ouvir o coração de Deus. Ele vai chegar com uma Bíblia na mão e ouvidos espirituais para ouvir a voz de Deus. E Deus pode confiar a Ele os segredos íntimos de Seu coração, pois, vai mostrar detalhes e segredos que muitos ainda não sabem, pois, não tem intimidade.

O amigo de Deus não é aquele que se apressa para entrar e sair da presença de Deus. Leva tempo para se comunicar. Muitos de nós temos uma resposta oposta às muitas responsabilidades e agenda cheia. E a primeira coisa que fazemos é cortar nosso tempo íntimo com Deus.

Mas, se nós verdadeiramente desejamos ser homens ou mulheres de Deus, vamos aprender que não podemos passar sem um tempo bom de comunhão com o nosso Pai. Ou seja, a nossa devocional diária é importante demais. E o tempo que o Bispo Mano chama de Tempo Sozinho com Deus.

Vamos repriorizar nossas prioridade... Nossa amizade com Deus tem que ficar em primeiro lugar nas nossas vidas. Por isso, a pergunta nesta noite? Que legado você quer deixar para seus filhos e netos? Isto depende do que é importante. E nós sempre separamos tempo para as coisas que são importantes. Quão importante é para você ser amigo de Deus então?

Martin Luther costumava dizer que, quanto mais ocupado ele ficava, de mais tempo ele precisava para orar. E para fechar esse sermão, pego uma frase de John Wesley que diz o seguinte: Faça todo o bem que puder, Por todos os meios que puder, De todas as maneiras que você pode, Em todos os lugares que você puder, Em todas as vezes que você puder, Para todas as pessoas que você puder, Enquanto você pode sempre. John Wesley

Por isso, fique preocupado do que Deus pensa sobre você e não os homens... Quem lhe define é Deus.[1]
Texto Adaptado



[1] http://pt.sammytippit.org – Acesso em 20 de dezembro de 2016. Texto adaptado por Pastor Anderson Magno

AUTO HUMILHAÇÃO

CONGRESSO DIAS 2 À 7 DE JANEIRO DE 2017
AUTO HUMILHAÇÃO

Texto Motivador: 2 Cronicas 7. 14

         Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.

INTRODUÇÃO: Estamos dando inicio ao nosso Congresso com o titulo Auto Humilhação. Neste tempo de meditação da Palavra de Deus, vamos entender qual ou quais são os objetivos que Deus deseja deseja de cada um que se diz filhos e filhas d`Ele.

Na verdade, esse texto nos chama atenção pelo seguinte! Deus faz uma aliança com Salomão, filho de Davi... Mostra para ele que a fidelidade ao Deus vivo é tudo em nossas vidas e também ministério. Nós! Nesta campanha, vamos entender alguns princípios que esse pequeno texto tem para nos mostrar.

Deus logo de cara lançou um desafio... Se o Seu povo (povo esse que reconhece Seu Poder, Majestades, Senhorio e Sua Gloria) se humilhar. Humilhar-se diante de Deus! Não é aquela humilhação ao qual já passamos ou que já vimos pessoas passarem. Humilhar-se diante de Deus é entender e reconhecer Seu Poder e a Sua Gloria ao qual diante de um Deus tão Poderoso não conseguimos nem ficar de pé e a melhor posição realmente é ficarmos ajoelhados e reconhecer que somos pequenos demais diante d`Ele.

O segundo ponto é orar... Orar na verdade é uma conversa. E até aqui, não tem novidade nenhuma neste sermão. Porém, o grande segredo é entender que as vezes, em vez de falar e falar, temos que ouvir. Já que muitas vezes, temos relatórios favoráveis de nós mesmo, mas, qual é o relatório que Deus tem de nós. Uma vez que, numa conversa, sempre tem que haver esse princípio: Um fala e o outro escuta. E qual tem sido a nossa atitude nestes últimos dias!

Terceiro! Buscar. Olha o que nos diz o texto de Deuteronômio 6. 25 que diz:  Esta será a nossa justiça: Buscaremos zelosamente colocar em pratica todos estes mandamentos diante de Yahweh nosso Deus, tudo conforme Ele mandou.  Muitas pessoas procuram a Deus pelo que Ele pode dar e não pelo que Ele é. Buscar a Deus, tem que ser de coração e entender que Ele tem o sim e o não. E a resposta d`Ele é o que precisamos ter e entender.

Quarto! E se converter... Tem gente dentro da Igreja que não é convertido e sim convencido. Já que, as atitudes fora da Igreja não condizem com uma postura evangélica e muito menos cristã.

E derrepende você pode se perguntar! Não é a mesma coisa? E eu digo que não. Quando lançamos ou falamos que somos cristãos, estamos na verdade dizendo que temos o modelo de Cristo Jesus. Quando Jesus lança uma pergunta aos Seus seguidores dizendo: ”Que dizem os homens que Sou eu? E a resposta de Pedro foi fundamental quando ele disse: Tu es Cristo”. Isso está no texto de Marcos 8. 27-29. Já que, através de Jesus Cristo, recebemos a revelação definitiva do Deus Pai.

Já o evangélico na verdade é resgatar a sua função de um mensageiro de “Boas Notícias” e Jesus Cristo se vale dessa expressão concreta. Ele é o portador da enorme novidade do Reino de Deus que afetará a vida concreta de muitas pessoas. Dando aqueles que aceitaram Ele como Seu Salvador pessoal e também para aqueles que não reconheceram o Seu Senhorio nesta Terra.

Mas, o grande secreto aqui é... Temos que parar com aquilo que Deus, através de Seu Filho Jesus Cristo e também pela Ação do Espírito deseja que pararmos. Parar de caminhar em caminhos tortuosos e ocultos ao qual tem nos tirado do foco e da Presença d`Eles.  

E aí! Depois de entender esses passos... Vem a Promessa do Eterno que diz: Então, Eu ouvirei dos céus. Ou seja, para Deus verdadeiramente ouvir nossas orações e pedidos, temos que seguir esses pequenos passos da obediência. E quando isso acontece, Deus nos perdoa e estamos livres das nossas acusações.

Pois, a palavra pecado tem entre os seus significa a transgressão que é uma das formas de desobediência consciente aos mandamentos, ou desviar-se do caminho como nos mostra o texto de Êxodo 32. 8 que diz: Com muita facilidade e rapidez desviaram-se do Caminho que Eu lhes havia ordenado. Fizeram para si um bezerro de metal fundido, e o estão adorando e lhe estão oferecendo louvores e sacrifícios e proclamaram em alta voz: “Este é o teu Deus, ó Israel, que te fez subir do Egito”.

Na verdade! Temos adorado muitas coisas e não estamos prestando a verdadeira Adoração a Deus. E quando, Deus não for a verdadeira Adoração em nossas vidas... Ele vai demorar em nos abençoar. Já que, teEntmos o entendimento que Ele não faz acepção de pessoas... Mas, de atitude sim. Então, vamos colocar Deus nos centro e prestar Culto a Ele, através do Seu Filhos Jesus e também pela Ação do Espírito Santo... Amém!

E para finalizar as promessas... Olha que vamos receber do Eterno! A Terra ao qual nos estamos vai ser sarada. Pois, a oração dos justos, Brada no Coração de Deus. Já que, mandamos Gloria pra cima e Ele manda a Gloria d`Ele aqui.

Quero liberar neste Congresso o seguinte: Que os Olhos, Ouvidos e o Coração de Deus estão perpetuamente atentos à nossa Adoração (vv. 15 – 16) mostra isso. E sempre tem uma bênção à espera dos que se arrependem de todo o coração e temos que ter a noção de: Neste texto, tanto individualmente, como coletivamente temos uma responsabilidade diante de Deus.

Uma vez que, a Aliança de Deus é uma expressão da Sua Graça que é o favor imerecido.

E para ter um ano abençoado diante d`Ele... Nada melhor do que se humilhar e pedir perdão diante do Eterno. E o desafio nesta noite é! Quem deseja se humilhar diante de Deus e ser transformado?

Em Jó 11. 18 lemos e entendemos o seguinte:  Terás confiança em teu coração, porque há esperança, vivias perturbado, mas, agora deitar-te-ás seguro e tranquilo.


         Vamos orar ao Eterno em Nome de Jesus Cristo. 

GRANDE É O SENHOR

Texto Motivador: Salmo 40. 1 – 11


INTRODUÇÃO: O Salmo 40! Nos lembra mais uma vez da vida de Davi. Como a grande maioria dos que estão aqui sabem! Davi, mesmo sendo um homem segundo o coração de Deus, deve autos e baixos em sua vida pessoal e também pública.

Se repararmos, ao olharmos para os Salmos anteriores, veremos ele suplicando pelo perdão, pela misericórdia, pelos livramentos, pela justiça... Assim, como ele mesmo reconheceu que deveria mudar de conduta diante de Deus e diante da sociedade ao qual ele era rei. Sendo assim, vamos observar o que este texto tem para nos mostrar.

DESENVOLVIMENTO: No primeiro momento Davi nos mostra que ele teve satisfação em esperar no SENHOR, pois, sabia que somente d`Ele e por Ele viria a ajuda. Uma vez que, ele reconhecia que estava no fundo do poço, estava num desespero e também com medo.

Esperar no SENHOR não é fácil... Ainda mais, num tempo onde estamos vivendo que tudo é para agora e não para amanhã. Já que, o amanhã para muitos, já se tornou tarde demais. E aí! Percebemos que o próprio Davi, nos chama atenção quando disse que Deus o tirou da lama e colocou ele para andar sobre uma rocha e firmar seus pés. Ou seja, Davi está nos mostrando que, mesmo numa situação difícil e complicado, Deus com a sua Graça e Misericórdia muda o nosso destino e nos coloca em lugares firmes.

Isto é! Quando temos um Encontro com Deus... Ele perdoa todos os nossos pecados e lança no mar do esquecimento! Pois, é uma promessa de Deus que está no livro de Miquéias 7. 18 - 19 que diz: "Quem, oh Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniquidade e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O Senhor não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia. Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniquiadades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar."  

Davi aceitou o perdão Vinda da parte de Deus e isso foi tudo para ele. E a partir dessa atitude em aceitar o “Perdão Divino” Deus mudou a sua sorte. Primeiro! Colocando uma nova canção em sua boca.

Ao olhar para a nossa Igreja! Percebo que novas canções tem mexido com a estrutura de muita gente. Pois, hoje cantamos hinos de justiça, de perdão, de vitorias, de restituição e principalmente da Grandeza de Deus e de tudo que Ele tem feito pelo Seu povo.
           
Ei! Preste atenção nisso: Só podemos dar títulos ao SENHOR a partir daquilo que nós conhecemos d`Ele. Pois, como num mundo circular que pessoas são conhecidas pelos comportamentos, assim é o Nosso Deus. Nunca podemos reconhecer que Ele é amor se não provamos do Seu amor... Nunca vamos falar de um Deus justo, se nunca provarmos da Sua justiça. Nunca podemos falar que Ele é Dono do tempo se não acreditarmos nas palavras do Apostolo Pedro que diz em uma das suas cartas o seguinte: Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o SENHOR é como mil anos, e mil anos como um dia. (2 Pedro 3. 8)

Outro ponto que nos chama atenção é que, Davi! Queria que todas as pessoas olhassem para ele e que reconhecesse a soberania de Deus. Pois, hoje, ao preparar esse sermão, me deparei com uma frase que me chamou atenção que dizia o seguinte: Perdão não muda o passado! Mas, engrandece o futuro!!! (Paul Boese).

O perdão de Deus... Não anulou os erros do passado de Davi, mas... Mudou o futuro de dele e todas as pessoas reconheceram que Deus estava com ele. E o seu desejo neste Salmo, ou seja, nesta canção, é que todas as pessoas confiassem em Deus e no Seu Senhorio.

Continuando o texto! Aqueles que confiam no SENHOR e não em homens... Recebem recompensas como: São erguidos, são purificados, são estabelecidos, são sustentados (pois, Deus capacita) e ainda são cheios de alegrias.

E será que nesta noite! Você é essa pessoa? Eu creio que sim... Mas, se uma voz, lhe disse ao contrário disso! Reconheça a Soberania de Deus e deixa Ele ser Deus em sua vida. Assim, como Davi, permitiu e mudou a sua sorte pelo ato da fé, obediência, gratidão e perseverança.

Pois, olha o que nos diz o texto de Provérbios 28. 25 que diz:  O orgulhoso de coração levanta contendas, mas o que confia no Senhor prosperará. Davi! Foi um homem prospero diante de Deus e diante da sociedade já que ele mesmo declarou neste Salmo dizendo o seguinte: SENHOR, Meu SENHOR! São muitas as maravilhas que tem feito por nós. Pois, os Seus Planos são perfeitos. E no livro de Romanos 12 isso é claro demais, pois, a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável.

E quando entendemos isso... Dois ditados populares caem por terra. Primeiro que Deus escreve certo por linhas tortas... Sendo que Deus escreve certo em linhas retas. Pois, quando temos um destino, temos que seguir e se mudar o rumo daquilo que Deus nos pediu ficamos perdidos.

E o outro que pau que nasce torto nunca se endireita... Pois, Jesus! Tinha como profissão a carpintaria, ou seja, era carpinteiro... E um pau torto nas mãos de um Grande carpinteiro, Ele faz uma grande obra de arte! Você crer nisso? Eu creio.
           
Davi! Poderia ter entrada nestes dois ditados populares... Mas, preferiu acreditar em algo Maior e Melhor e em Provérbios 3. 5 – 6 percebemos uma frase que diz: Confie no SENHOR de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o SENHOR em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas. Ou seja, se arrepender dos nossos pecados é fundamental.

Já que Davi entendeu o seguinte: Não é o nosso sacrifício que vai agradar a Deus e sim um coração ensinável e disposto a ouvi-Lo (v. 6). Ser obediente a Ele é tudo em nossas vidas já que no livro em 1 Samuel 15. 22b comenta: Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. E aqui! É muito importante entender isso. Não importa o tamanho da nossa oferta ou das obras que estamos fazendo dentro ou fora da Igreja Metodista em Colônia. Se não tiver obediência! Se não tiver amor... De nada serve.

Em Jeremias 9. 23 – 24 nos lembra:  Assim diz o Senhor: não se glorie o sábio da sua sabedoria, nem se glorie o forte da sua força, nem se glorie o rico da sua riqueza,
mas o que se gloriar, que se glorie disso: em ME entender e ME conhecer, que EU sou o SENHOR, que faço o bem, juízo e justiça na terra, disso ME agrado! Diz o Senhor.

Dando continuidade ao texto... Já foi liberado neste Altar que muitas pessoas não vão ler a Bíblia pelo menos neste primeiro momento. Mas, elas querem ler e ver a Bíblia através e por nós que é um grande desafio nos dias atuais.

Davi! Foi um mensageiro de Boas Novas na sua época e a sua história emociona pessoas até os dias de hoje. Ele, verdadeiramente não guardou Toda a Gloria de Deus só para Ele e também para as pessoas da sua casa.  Ele Proclamou e fez conhecida todas as Obras de Deus em sua vida, uma vez que, ele mesmo era testemunha viva das coisas que Deus fez em sua vida.

CONCLUSÃO: Davi nos deixou um desafio... Ser mensageiros de Boas Notícias. Ele disse que iria contar e contou da Fidelidade e da Salvação vinda de Deus para todos em sua volta. E hoje! Quantos estão dispostos a contar e proclamar das Boas Obras de Deus que através de Jesus Cristo  e também pela Ação do Espírito Santo fez em nossas vidas?

Quantos nesta noite! Precisam do Perdão do SENHOR! Creio que todos...


Coloca-se de pé e coloca a mão no seu coração e declare comigo: Amado Jesus, hoje venho à Tua presença com um coração disposto a receber a Tua graça redentora. Apego-me a ela porque sei que por meio da Tua graça alcanço o Teu perdão. Apaga minhas transgressões e afasta de mim toda iniquidade. Que o poder do Teu bendito Sangue limpe até o mais íntimo da minha alma.  Hoje entrego a Ti o meu coração para receber as Tuas mais ricas bênçãos, em nome de Jesus Cristo. Amém. (Declaração 365 Dias)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

TRÊS TOQUES PARA MUDAR NOSSA VIDA

Texto Motivador: Marcos 8. 22 - 25

Tenho nestes últimos dias, dando ênfase a encontros com Jesus... A cura de um cego em Betsaida foi um desses encontros que nos chama atenção para o Toque de Jesus. Na verdade, três toques do nosso Mestre sobre esse rapaz ao qual, a Bíblia não diz seu nome.

Conforme o relato que acabamos de ler, nos diz que Jesus Cristo estava passando por essa cidade, quando derrepende, suplicam a Jesus para que tocasse em um cego. Na verdade, a cidade ao qual estamos falando, Betsaida, era uma das cidades ao qual Jesus Cristo tinha reprovado suas atitudes por não acreditarem no Seu milagre e também por não se arrependerem dos seus pecados.

Vejamos no Evangelho de Mateus 11. 20 – 22 que diz: Depois Jesus começou a censurar as cidades, onde tinha feito grande número de seus milagres, por terem recusado arrepender-se: Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque se tivessem sido feitos em Tiro e em Sidônia os milagres que foram feitos em vosso meio, há muito tempo elas teriam se arrependido sob o cilício e a cinza. Por isso vos digo: no dia do juízo, haverá menor rigor para Tiro e para Sidônia que para vós!

Algo nos chama atenção para alguns comentários de Jesus Cristo: Jesus Cristo era intolerante com os religiosos e muito amável com os pecadores. Porém, isso não quer dizer que Ele adora o pecado... Ele ama o pecador, numa perspectiva do que o pecador melhore suas atitudes em prol do Reino.

Entretanto, a ênfase desse sermão é sobre toque... Três toques que mudaram a vida desse rapaz e creio que de todos que estavam ali. O primeiro toque é o toque da incredulidade... Ou seja, Jesus Cristo precisou de pegar nas mãos desse homem e levar ele para fora. Já que, foi tido neste sermão que por falta de fé e por não se arrependerem, Jesus Cristo deve que tira-lo daquele ambiente ao qual não estava profético para realizar o milagre.

Hoje, infelizmente isso acontece... Muitas Igrejas estão como Betsaida! Já viram, ouviram e até fizeram parte de milagres de muitas pessoas. Mas, hoje, parece que Jesus Cristo está fazendo mais milagres lá fora do que dentro para muitas pessoas que estão dentro da Igreja. Quando Jesus Cristo, disse, aí de ti... Ele na verdade está trazendo a memória algo que esquecemos ou simplesmente alertando para uma mudança de postura e atitude. Já que, no caso desse cego, Ele pegou na mão dele e tirou ele daquele lugar, ou seja, trazendo para a nossa realidade, será que Jesus Cristo, precisa tirar alguém desse lugar para ser curado?

O segundo toque é o toque na visão... Domingo passado na Escola Dominical, falei sobre esse toque de Jesus Cristo neste cego. Este toque na verdade é um teste quando Jesus Cristo diz: O que vê? Ou seja, esse cego, não era um cego de nascença... Ele tinha referencias, ele sabia o que era uma arvore por que ele já viu uma arvore. Pois, arvores não andam, gente sim. Arvores não tomam decisões, gente sim.

Então, esse cego, tinha um referencial... E quais são os referenciais que estamos deixando de ver? Uma vez que, quando não temos um referencial, nossas visões ficam turvas, isto é, que para esse sermão eu só peguei como referencias esses significados que são: que demonstra muitas dúvidas ou se altera pelas circunstâncias.

Muitas pessoas tem mudado suas visões com o percorrer dos anos... Suas visões mudam diariamente e acabam não tendo um referencial nenhum em suas vidas. Querem ver um exemplo ou dois exemplos? Vivemos numa sociedade hoje, onde pessoas tem valorizado mais arvores e animais do que pessoas.

Temos pessoas que estudam bactérias e valorizam com todas as suas forças como uma forma de vida... Mas, que chegaram na conclusão que um embrião de três meses ainda não é um ser humano. Isso, são visões turvas... Outra coisa que podemos tirar neste texto é o seguinte: Se não temos refenciais, ficamos no mesmo lugar.

Sabe por que estou falando isso? Pois, no mesmo capitulo de Marcos 8, olhamos a atitude de Pedro... Depois, que Jesus Cristo fez o milagre no cego, eles foram para perto de Cesaréia de Filipe e no caminho Jesus Cristo perguntou para seus discípulos dizendo quem Ele era? Aí os discípulos dizia, uns acham que o Senhor é João Batista, outros Elias e até um dos grandes profetas que Israel teve. Porém, percebe que Pedro, dar uma resposta vinda do Alto quando falou que Jesus Cristo era o Messias... Mas, no mesmo ambiente, um pouco depois disso, Jesus Cristo começa falar da sua morte e ressurreição e  Pedro, agora com a visão terrena, pegou Jesus Cristo, tirou o Mestre daquele ambiente e começou a repreende-lo e Jesus Cristo na mesma hora o repreendeu dizendo: Saia da minha frente, satanás! Pois, Pedro estava pensando como um homem comum pensa e não como um homem que anda e sabe das coisas de Deus.

Por isso, que estou falando de referenciais... Nosso referencial é Deus, que através do Seu Filho amado e também com a Ação do Espírito Santo faz milagres, cura, liberta, restitui e dar vista aos cegos, seja ele cegueira espiritual ou cegueira física.

E o terceiro toque é o toque do extraordinário... Pois, foi neste toque que o milagre aconteceu e ele voltou a ver pessoas e não arvores. Pois, na própria palavra nos mostra que, o cego voltou a enxergar muito bem. E isso que Jesus Cristo quer fazer com cada um aqui nesta noite. Fazer que cada um de nós, voltemos a enxergar com clareza Suas obras e maravilhas.

Eu não sei e a Bíblia também não explicou por qual motivo esse rapaz ficou cego... Assim, como muitos pastores e lideres também não sabem, como que tantas pessoas perderam a visão nestes últimos dias por falta de um referencial.

Pessoas que estão cegas, num ambiente onde Jesus Cristo quer e deseja restaurar a visão. Pessoas que talvez, assim como no caso desse cego, precisa sair de um ambiente ao qual já se viu muitos milagres e maravilhas, porém, por causa da falta de fé, perdão, reconciliação, arrependimento e até mesmo a falta de comunhão tem cegados muitos crentes e até não crentes dentro e fora das Igrejas.

E só para finalizar esse sermão: Lendo um Blogger com o nome Rute Cruz me deparei com essa frase que diz: Igualmente uma cegueira pode acontecer conosco também. Muitas vezes dizemos possuír a luz da vida, conhecemos a Jesus, nos julgamos salvos, achamos que conhecemos o evangelho. Porém nossas mentes podem estar, ainda, com valores não muito corretos e quantas vezes não nos enganamos a respeito de vários assuntos?
Algo que nos chama atenção neste texto é que Jesus Cristo teve que repetir o gesto da cura, colocando novamente Suas mãos sobre as vistas desse homem... Veja que em Marcos 8. 25 diz: "Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu cada homem claramente."
Por isso Jesus torna a por as mãos sobre os olhos do cego de Betsaida e curando não só a sua cegueira, mas também a mente. Jesus Cristo o faz enxergar corretamente. Jesus poderia o ter curado totalmente em apenas uma etapa. Mas o Mestre queria nos deixar este ensinamento que é necessário que a luz entre em nossos olhos, mas quem enxerga verdadeiramente é a mente.
Por isso é preciso uma renovação em nosso pensamento onde volto a frisar o texto de Romanos 12. 1 – 2 que diz: Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Precisamos refletir nossas atitudes nesta noite e pedir a Jesus Cristo que imponha suas poderosas mãos e nos abram a visão, para que possamos ver e enxergar o espiritual de Deus

A palavra de ordem hoje é... Olha e veja e que Deus nos abençoe grandemente em Nome de Jesus Cristo.