sexta-feira, 1 de agosto de 2014

UNÇÃO & PODER - Como serviço no Reino de Deus

Texto Motivador: 1 Coríntios 2. 9 – 16

 

Mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus. Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio espírito, que nele está? Assim, também as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus. Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente. Disto também falamos não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo coisas espirituais com espirituais. Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe é loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém. Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo.


Neste últimos dias, tenho feito uma observação sobre a minha vida e sobre o meu ministério e comecei a me fazer certas perguntas e questionamentos sobre a “unção e o poder de Deus”... Sendo assim, fui pesquisar sobre a palavra “unção” e entendi um pouco mais sobre o seu significado.

Um dos seus significados é muito interessante e nos mostra o seguinte: Unção é um termo com origem no latim "ungere" que significa "untar". A unção é o efeito de untar com algum produto oleoso alguma parte do corpo. No sentido contemplativo, ou seja, religioso, a unção é praticada como parte de um ritual (cerimônia) com a finalidade de exercer influência espiritual Divina, por vezes com o propósito de abençoar, delegar e de curar.

Preste atenção nisso: o motivo é que quanto mais sabemos de Deus, mais Ele pode confiar a Sua unção e Se revelar se a nós. Não se esqueça de que precisamos do Espírito Santo para entender e compreender as coisas espirituais (1 Cor 2:9-16). Pois, vale à pena lembrar que o Espírito Santo é o nosso ajudador conforme o texto de João 15. 26 [1]nos ensinam…

Segundo o nosso costume, um ser ungido, e está sob a proteção Divina como nós já falamos aqui… Porém, temos que entender também que: A presença de Deus pode e deve nos conduzir a unção para o “serviço”, ou seja, o Espírito Santo nos conduz a unção do Espírito, que é o poder de Deus [2]sobre a nossa vida... Amém!

E para legitimar aquilo que estamos falando neste momento, vamos observar algumas passagens bíblicas que nos mostra justamente essa prática da unção e serviço:

·         "E disto fará o azeite da santa unção, o perfume composto segundo a obra do perfumista: este será o azeite da santa unção". Êxodo 30. 25

·         "E o azeite da unção, e o incenso aromático para o santuário; farão conforme a tudo que te tenho mandado". Êxodo 31. 11

·         "E os ungirás como ungiste a seu pai, para que me administrem o sacerdócio, e a sua unção lhes será por sacerdócio perpétuo nas suas gerações". Êxodo 40. 15

·         "Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou - lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento". João 12:3 [3]

Todas essas praticas meus amados irmãos e irmãs precisavam que as pessoas saíssem da sua zona de conforto e fosse fazer algo… Ou seja, serviço… Essas são apenas algumas passagens que nos mostram todo simbolismo e poder que está por de traz de um pequenos gesto… Mas, que no mundo espiritual tem um poder sobrenatural vinda do Eterno.

Porém, meus amados irmãos e irmãs em Cristo Jesus, ao receber e ser ministrado na “unção” temos que entender que ela vem com algumas responsabilidades e compromissos... Isto é, em decorrência da mesma, receberá uma influência espiritual (sendo assim ungido e curado pela unção posta no óleo que já foi Consagrado ao SENHOR), como também (segundo os cristãos) o revestimento do Poder do Espírito Santo de Deus ou a capacitação sobrenatural dada por Deus para que se possa desempenhar algo dentro e fora da nossa igreja…

Atualmente em algumas igrejas costuma-se confundir unção com manifestações espirituais, como o falar em línguas… Mas a “unção”, na definição bíblica, não é uma manifestação, mas uma capacitação, algo que permanece e que precisa ser usado na obra de Deus todos os dias… Quando recebemos a “unção” do Espírito Santo, recebemos “serviço” e também “autoridade para Obra do SENHOR… Da mesma forma, quando uma pessoa é “ungida” ela é capacitada para devidos fins na casa de Deus e fora dela também… Visto que, ela tem um sentido peculiar, simbólico, típico, ou seja, um sentido próprio, privativo, especial que exprime autoridade e poder conforme o texto de Êxodo 29. 21 que diz o seguinte:

“Então tomarás do sangue, que estará sobre o altar, e do azeite da unção, e o espalhará sobre Arão e sobre as suas vestes, e sobre seus filhos, e sobre as vestes de seus filhos com ele; para que ele seja santificado, e as suas vestes, também seus filhos, e as vestes de seus filhos com ele”. [4]

A “unção” meus amados e amadas… Para nós, é um simbolismo, é uma Graça que é concessão da bondade de Deus sobre nós que não tínhamos direito como por exemplo, na vida eterna.. Mas, Deus através de Seu Filho Jesus, nos concedeu e hoje estamos aqui para glorificá-lo e bem dizer o Teu Santo Nome que é Poderoso, Tremendo e Sobrenatural… Ou seja, somente um Amor muito grande e muito especial para verdadeiramente entender esse cuidado sobre nós que às vezes somos tão pecador e cruéis com a “unção” que nos foi dado!!!

O Nosso Senhor Jesus Cristo… Recebeu e entendeu o sentido de ser “ungido” e mostrou para seus discípulos e seguidores o seguinte: O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração, a pregar liberdade aos cativos, e restauração da vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, há anunciar o ano aceitável do Senhor. Lc 4. 18 – 19.

Isso é “serviço”… Jesus Cristo não ficou na sua zona de conforto e ficou esperando que as coisas acontecessem… Não! Ele foi ao encontro das pessoas e toda autoridade vinda de Deus sobre A Sua vida, Ele a usou em prol do outro… Jesus Cristo tomou posse e nos precisamos também tomar posse também… Para que os propósitos de Deus sejam feitos aqui na Terra através da nossa vida.

Ei! Preste atenção. Existe uma promessa para nós: Receberemos PODER… (Atos 1. 8). A Bíblia diz que receberemos poder quando o Espírito Santo descer sobre nós. Desde Pentecostes o Espírito Santo está na Terra e desde que recebemos Jesus Ele está em nós… A presença de Deus pode e deve nos conduzir a unção para serviço, ou seja, o Espírito Santo nos conduz a unção do Espírito, que é o poder de Deus [5] se o Espírito de Deus está em mim o Seu poder também está se já fomos “ungidos” com o óleo consagrado e estamos entendendo o seu simbolismos e sentidos aqui hoje, temos que compreender o seguinte:


ü  O que estamos fazendo com esse poder ? [6]

ü  O que estamos fazendo com a “unção” que recebemos?

ü  Qual é o nosso serviço? E para que estamos sendo chamados?

Ser “ungido” e entender que estamos sendo capacitado para o serviço do Reino de Deus e Deus precisa de cada um de nós… E isso tem que ficar muito claro para cada um de nós. E igualmente, temos que entender que existe um potencial enorme dentro da gente… Porém, o mesmo Deus que nos chamou meu irmão e minha irmã, e o mesmo Deus que vai nos capacitar e dar todas as condições para que os planos e sonhos d`Ele se realize. Você crer nisso? Eu creio em Nome de Jesus.

CONCLUSÃO

Portanto, o  nosso maior problema é que nós queremos aumentar a unção sem pagar o preço e entender todo o processo dessa responsabilidade. Queremos os dons para o nosso próprio agrado ou vaidade… E Deus conhece todas as nossas intenções. Queremos os dons, mas não queremos trabalho, serviço, compromisso e fidelidade com o Eterno.

Temos que dar liberdade para o Espírito Santo trabalhar e agir em nós… E também observar nossas dificuldades e necessidades. Falar para Ele o real motivo das nossas escolhas do dom ou dos dons. Seja ela por afinidade ou necessidade… E isto é uma questão de escolha e atitude que o Nosso Deus sabe e compreende. Temos que pagar o preço pela “unção” e “poder” que estamos recebendo de Deus.

Além disso, você deseja neste momento, que o Espírito Santo venha te moldar para você receber "unção" e trabalhar com fidelidade e amor na Sua obra e na Sua casa?

Essa decisão é uma escolha intima e você pode fazer parte dela. Se ELE te deu um dom em especifico nada te impede de pedir outro para o bom proveito da obra que é o “serviço a Deus”. Se você foi ungido e quer renovar diante de Deus essa aliança… Faça uma oração ao SENHOR e pede a Ele renovo e força.
Se possível, pede ao seu pastor/a para lhe ungir novamente é passar o óleo na sua cabeça para relembrar o compromisso que você é separado para um serviço especial… Seja renovado como novos profetas, pastores, evangelistas, professores, presidentes de sociedades, levitas, administradores, servos, lideres de discipulados, liderança distrital, regional, nacional, missionário ou seja, um homem ou uma mulher que é e faz a Obra de Deus e é fiel a Ele…
Receber “unção” e receber “serviço”. Jesus disse e esses sinais seguirão ao que crerem marcos 16. 16. PENSE NISSO....

 

Deus nos abençoe em Nome de Jesus Cristo
 
 

Barra Mansa, 28 de Julho de 2014 
 
Pastor Anderson Magno




[1] http://dudutrigueiro.blogspot.com.br/2012/05/o-espirito-santo-nos-conduz-uncao - Acesso em 28 de Julho de 2014.
[2] http://dudutrigueiro.blogspot.com.br/2012/05/o-espirito-santo-nos-conduz-uncao - Acesso em 28 de Julho de 2014.
[3] http://www.significados.com.br/uncao - Acesso em 13 de julho de 2014.
[4] http://pt.wikipedia.org/wiki/Unção - Acesso em 13 de julho de 2014.
[5] http://dudutrigueiro.blogspot.com.br/2012/05/o-espirito-santo-nos-conduz-uncao - Acesso em 28 de Julho de 2014.
[6] www.facebook.com/permalink.php - Acesso em 17 de julho de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário